NOTÍCIAS

Projeto Jefte

Jovens da comunidade próxima ao Centro de Treinamentos do Coimbra participam de ação nas últimas partidas da equipe Sub-20.

Nas últimas partidas da base no Campeonato Mineiro – Sub-20, as crianças do projeto Jefte participaram de ações. Acompanharam de perto o aquecimento do time, entraram em campo com os jogadores além de bater uma bolinha no intervalo do jogo.

O projeto, que foi iniciado em setembro de 2018. Tem como principal objetivo proporcionar as crianças da região do bairro Sapucaias II esporte e lazer. Hoje já são cerca de 120 crianças participando dos treinos que acontecem de segunda à sábado. A exigência para participar é que o aluno esteja frequentando a escola, pois um dos principais objetivos é ajudar na formação do caráter e na educação dessas crianças e adolescentes.

Crianças do Projeto Jefte
Foto: Vinícius Raposo / Coimbra Sports
Para a comissão técnica do Coimbra, a aproximação do clube com a comunidade é benéfica para ambos os lados.

“É muito gratificante para nós ter um impacto positivo na comunidade onde estamos inseridos. Dar a oportunidade para os meninos terem contato com os atletas e de bater uma bola num gramado como o que nós temos é muito legal. Quem sabe daí não despertamos um interesse em algum desses jovens e não sai um craque de bola daqui do bairro?” comentou Bernardo Lage, gerente de futebol.

No mês de março o Clube já havia doado algumas bolas para o projeto. “Sempre que estiver ao nosso alcance, vamos dar apoio aos meninos para que eles tenham uma condição melhor para suas aulas, seja numa bola ou no simples ato de trazer os meninos no jogo. Ficamos muito contentes em ver a felicidade deles de jogar esses minutos no intervalo. Além disso, temos a presença dos familiares prestigiando o jogo e torcendo pra nós.”, completou o supervisor Luiz Carlos Baiaga.

Jovens do Projeto Jefte
Foto: Vinícius Raposo / Coimbra Sports

Aluno do projeto Jefte comentou a experiência de visitar o CT do Coimbra nas partidas. “Quero agradecer todo mundo do Coimbra. Em nome de todos os alunos do Jeft, por estar deixando a gente bater uma bolinha, fazer um preparo físico. É uma experiência muito boa e eu tenho certeza que todos os alunos estão gostando.”

compartilhe

LEIATAMBÉM