NOTÍCIAS

Campeonato Mineiro >>

IDENTIFICAÇÃO COM O CLUBE E REGULARIDADE. HIPÓLITO É O NOME DELE

IDENTIFICAÇÃO COM O CLUBE E REGULARIDADE. HIPÓLITO É O NOME DELE

Lateral-esquerdo vem atuando bem e é homem de confiança do treinador Diogo Giacomini

Titular absoluto da equipe do Coimbra, o lateral-esquerdo Hipólito comemora a boa fase vivida dentro de campo. Ele jogou todas as partidas no ano, exceto o confronto diante da Caldense, pela 8ª rodada do Campeonato Mineiro, quando cumpriu suspensão. “Graças a Deus. Venho fazendo boas temporadas pelas equipes que passei. Dou sempre o meu melhor nos treinamentos e jogos. Tento ser o mais regular possível”, afirma.

20 01 26 Mineiro 2020 Boa0x0Coimbra credito Henrique Chendes 36
Foto: Henrique Chendes / Coimbra Sports

Essa é a segunda passagem de Hipólito pelo Grande Time de Contagem. A primeira foi em 2018 quando se sagrou campeão mineiro da terceira divisão. “Coimbra é um time que tenho um afeto muito grande. Desde a primeira passagem todos me abraçaram aqui no Clube. É uma grande família. Torço para que o Coimbra cresça cada vez mais no futebol e me sinto feliz em poder dar a minha contribuição”, conta.

Natural de Belo Horizonte, Hipólito, que tem 24 anos, fez toda a sua categoria de base no América Mineiro e teve passagens pelo futebol da Espanha e em times do interior de São Paulo e Minas Gerais. Acostumado a jogar grandes competições, ele revela os desafios que o Coimbra vem encontrando na primeira divisão do Campeonato Mineiro: “Sabíamos da dificuldade do torneio. Tive a experiência da primeira divisão pelo Tupynambás e sabia que seria um campeonato muito competitivo. Nos preparamos bem, mas infelizmente não tivemos os resultados que esperávamos em alguns jogos. É continuar com a cabeça boa, ter como aprendizado as dificuldades e melhorar cada vez mais”.

20 02 07 Treino f Henrique Chendes 2
Foto: Henrique Chendes / Coimbra Sports

Com a grande vitória diante do Cruzeiro pela 9ª rodada do campeonato, o Coimbra conseguiu sair da zona de rebaixamento. Mas aí veio a parada devido a pandemia do Covid-19. Momento bom tanto do atleta quanto do time interrompidos. “Foram. Infelizmente passando por essa pandemia onde temos que tomar os devidos cuidados. Para manter o ritmo forte estou fazendo alguns trabalhos de força, propriocepção e aeróbico, para quando conseguirmos vencer essa situação voltar em um bom nível. Estou sentindo falta da rotina de treinamento, de estar com os companheiros e, principalmente, dos jogos. É onde sempre queremos estar, mas sabemos da gravidade da situação e agora é o momento de todos se resguardarem”, diz.

compartilhe

LEIATAMBÉM